quinta-feira, 1 de novembro de 2007

O QUE É ISTO? É O PLANETA DO TERROR!



"PLANETA TERROR" de ROBERT RODRIGUEZ & QUENTIN TARANTINO, O GORE AO MÁXIMO!

O que é que se pode dizer deste filme, é um bocado complicado. Para já, é um filme para os fâns do Gore ( Carne Picada & Tripas de Fora!). Quem não gostar, ou não ligar muito ao género de filmes de terror com grandes galgas a mostrar praticamente tudo o que é violência, NÃO VEJA! Agora, se realmente gosta de filmes, tipo, "Terror nas Montanhas 1 e 2"; "Massacre no Texas"; "Braindead: Morte Cerebral" (de Peter Jackson, o mesmo dos Senhores dos Aneis); "Re-animator" (de Brian Yuzna)...etc, etc, etc. Então este filme é para si! Recheado de grandes efeitos especiais, com as caracterizações dos zombies ao máximo. O decepar dos corpos, as cabeças a explodir, os tiros a dilacerar partes dos corpos, é realmente extraordinário como a evolução do cinema permite tornar realidade filmes como este. Robert Rodriguez peca somente numa coisa, que é na duração do filme. Neste género de filmes, que é um remake aos filmes da série B dos anos 80, é quase um suplicio estar à volta de 105 minutos a ver cenas realmente horríveis! Mas como já disse, só pessoas que não são facilmente impressionáveis é que aguentam ver o filme todo. Aqui fica o trailer do filme, que no cinema passou juntamente com o novo filme de Quentin Tarantino.

LET'S LOOK AT A TRAILER:

video

2 comentários:

PPires disse...

Pessoal, eu não vos digo nada! É um autêntico banho de sangue! Vejam e comentem a vossa opinião.(Especialmente para o Nuno Colaço)

Mafalda Cristina disse...

«Planet Terror» Tudo nele é puro show off de planos, diálogos explícitos e gore à lá «Braindead», e o pior é que toda esta panóplia de exageros não tem propósito algum, a não ser tentar ser o mais cru, agressivo e ‘Grindhouse’ possível. Será que isto justifica a realização de um filme? Parece que sim. Pelo menos para os sedentos de sangue e de violência absoluta aparentemente encontrada neste total non sense de hora e meia.
Quentin Tarantino e Robert Rodriguez que me desculpem, mas este filme consegue ser ainda mais ridículo que o primeiro, "Death Proof".
Mafalda